O que fazer quando o nome da minha marca já existe?

Poucas coisas são tão frustrantes para um empreendedor quanto saber que o nome da sua marca já existe e o pior: tem chances de ser processado por isso!



Quando temos uma empresa, criamos tudo com muito carinho. Mudar o nome da empresa depois de anos de construção é como ter que mudar o nome de um filho.


E é por isso que estou aqui hoje, para te ajudar com esta missão. Lembrando que não sou nenhuma especialista no assunto ou advogada. Esta missão de mexer com partes burocráticas eu deixo para o pessoal do direito.


Como trabalho diariamente com marcas, conheço o suficiente a respeito e posso te ajudar com algumas dicas.


Se a sua empresa tem o nome de uma marca já registrada, infelizmente você, provavelmente, terá que mudar de nome! Mas não se desespere porque podemos resolver esta situação de uma forma menos abrupta.



Primeiro de tudo: mantenha a calma!


Provavelmente a empresa que já possui a marca irá te ameaçar um processo judicial caso você não retire a marca de circulação, mas não precisa entrar em desespero.


Mantenha a calma, converse com a empresa e diga que precisará de um tempo para pensar em outro nome e mudar a sua marca, afinal é uma desestruturação grande, principalmente se você tiver há anos no mercado com o mesmo nome.


É importante não discutir com a empresa que já possui a marca, afinal ela pagou para registrar.



Nomes parecidos


Vamos supor aqui que o nome da sua loja seja Mundo Fofo e já existe alguém com este nome e no mesmo ramo que você. Você poderá utilizar nomes parecidos (por que não?) como "Mundo Kawaii", ou "Mundo Cute", "Paraíso Fofo", etc.


Caso você não tenha a menor criatividade quanto a isso, recomendo contratar um profissional especialista em naming para te ajudar.

A lei não impede que exista marcas de nomes semelhantes ou até iguais, desde que sejam empresas de ramos diferentes, é claro. Portanto, se você tem um apego imenso pelo nome da marca (e deseja manter os seus clientes que já memorizaram o nome), é a melhor opção a se fazer.


Outra alternativa seria fazer um total rebranding para a sua marca, dando um up na identidade visual e promovendo-a através de marketing para que a sua marca não seja afetada pela mudança.



Pesquise no INPI


O mais importante antes de escolher a nova marca é pesquisar se a marca que você pensou está registrada no INPI! O INPI é o órgão público responsável pelo registro de marcas e patentes. Procure pelo nome que você pensou nesta página do INPI e veja se esta possui registro. Se possuir e se esta marca tiver o mesmo ramo que você, terá que pensar em outros nomes.


Mas se a marca é de um ramo diferente, a empresa não poderá te processar por isso, já que é possível ter nomes iguais para nichos diferentes! Então você poderá registrar a sua marca com o mesmo nome de antes, sem problemas.


Registre a sua marca


Aproveite o susto para aprender uma lição e não passar por isso novamente. Registre a sua marca enquanto é tempo, antes que alguma outra empresa venha e registre no seu lugar.


É de extrema importância para o histórico da sua empresa, uma vez que é muito fácil alguém se apossar do mesmo nome que você e você ser obrigado a fazer isso de novo no futuro.


É mais barato registrar e passar pela burocracia (em tese) do que ter que pagar um por uma causa perdida na justiça no futuro, concorda? Então não pense duas vezes, registre a sua marca e evite esses problemas.



Algumas dicas importantes


1. Prioridade - Se a sua marca estiver mais tempo de mercado do que a outra e ambas não forem registradas, a sua tem prioridade no registro (desde que você tenha como comprovar isso).


2. Pesquise bastante -Vai escolher um novo nome, completamente diferente do novo? Pesquise o nome no INPI para evitar problemas!


3. MEI tem desconto para registro de marca - No INPI, você irá pagar em média 130 reais para abertura do processo e, quando este for concluído você pagará 398 reais para registrar a marca definitivamente. São 60% de desconto e 440 reais em média. Lógico, se você não contratar um advogado para isso! Caso contrate adicione o valor dos honorários em cima destes 440 reais.


4. O registro não é vitalício - o registro durará 10 anos e detalhe importante: você não será avisado quando estes 10 anos chegarem, por isso que existem empresas que cobram honorários para você não perder seu registro, mas dá para você mesmo fazer, apesar da chance de esquecer ser bem alta e você perder o registro e ter que começar tudo do zero.



É possível registrar marca sem intermediários?


Eu contarei em breve aqui no blog sobre como registrei a minha marca, e sim, eu sou MEI. Se você acha que porque é MEI não pode registrar a sua marca, está enganado! É possível sim ainda tem desconto para isso e eu vou contar tudo neste próximo post que está sendo escrito (colocarei o link aqui futuramente).


Bom gente, por hoje é isto! Espero ter ajudado, não esqueça de ler os links que estão neste post que irá ajudar vocês bastante, assim como me ajudou. Se ficou alguma dúvida, não deixe de comentar abaixo.


Muito obrigada por ter lido e até o próximo post!

Se inscreva para

receber os nossos

posts novos :)

Não mandamos SPAM! Ao registrar-se, você concorda e aceita que A Casa de Lilith envie e-mails de novas postagens e armazene seu email em nosso banco de dados.

Somos um estúdio virtual localizado em Taboão da Serra -SP, focado em design gráfico e branding para empresas e profissionais autônomas. Acreditamos no potencial da imagem para alcançar o sucesso.

  • LinkedIn - Gabriela Costa
  • Facebook
  • Pinterest
  • Instagram

© COPYRIGHT 2020 - CNPJ: 31.252.859/0001-11 A CASA DE LILITH DESIGN STUDIO || FEITO COM ♥ DESDE 2018