Buscar

O que faz um designer e qual é a influência deste profissional na minha empresa?

Atualizado: Jul 8

Já deixo avisado que este post é longo e tem como objetivo explicar o que é um designer, o que faz e quais são os benefícios de ter um designer para cuidar da parte visual da sua empresa.


Vira e mexe surge alguns clientes que classifico como "difíceis", não por serem pessoas ruins (jamais inclusive, tenho sorte de ter ótimos clientes), mas por não entenderem a função do designer, acabam arrastando e prejudicando o processo criativo.


E para você não cometer este erro, que nomeio como "o erro do empreendedor de primeira viagem", trouxe aqui um pouco do que faz um designer, pra que serve, o que estuda (o que come e onde é o seu habitat).



Antes de tudo, precisamos saber que, assim como a as engenharias, existem vários tipos de designers:

  • Designer gráfico - trabalha com projetos gráficos, identidade visual, estamparia, diagramação de livros, revistas, papelaria e impressos.

  • Designer de interiores - trabalha com projeto, decoração de ambientes internos (e em alguns casos externos também) e móveis

  • Designer de games - trabalha com criação de jogos, modelagem 3D e criação de personagens.

  • Designer de moda - trabalha com projeto de roupas, calçados, acessórios e estampas.

  • Designer de joias - projeta brincos, colares, pulseiras, relógios, etc.

  • Designer de interfaces - trabalha com a criação da interface de aplicativos móveis

  • Web Designer - trabalha com a criação de layout para sites (não faz desenvolvimento de site, apenas a parte visual)

  • Designer de produto - projeta móveis, utensílios, máquinas e ferramentas, enfim, projeta 99,9% das coisas que estão no seu redor neste momento.

Design tem relação com projeto.


O designer projeta coisas. Na verdade o celular, tablet ou o mouse que você está segurando agora enquanto lê foi projetado por um designer. A cadeira que você senta, o aplicativo que você usa, até mesmo o livro que você lê. Que coisa doida né? Tudo ao nosso redor foi projetado por um designer (mas todo mundo só valoriza os engenheiros...)!

Ai você pergunta: tá, mas projeta de que forma?


Simples: o designer trabalha com desenhos de projetos e tem como objetivo torná-los mais ergonômicos e atraentes. Isso significa que o design serve pra deixar as coisas mais bonitas e o mais importante: funcionais.


Imagina usar uma cadeira de dois pés, um livro com uma paleta de cores horrível de enxergar ou um um app que você não consegue usar porque além de bagunçado, possui botões pequenos demais para os seus dedos.


De que adianta ser bonito se não funciona, né não?


Além disso, o designer utiliza de outros fatores para tornar o projeto mais bonito e funcional.


São fatores técnicos que dividimos com outras áreas como a engenharia e o marketing.


Áreas que não tem nada a ver uma com a outra, mas no design elas se complementam e se ajudam.

Usamos técnicas de marketing para melhorar a capa de um livro ou CD e utilizamos técnicas de engenharia para fazer uma cadeira por exemplo.

Ou seja, o objetivo do designer é tornar o projeto bonito e funcional em todos os sentidos, sejam eles físicos ou visuais.


E quais são os benefícios de se contratar um designer?

O designer é um profissional criativo que vai te ajudar a atingir o seu público-alvo (clientes) de uma forma muito mais profissional e exclusiva.


O designer torna a sua empresa mais amigável para os seus clientes, fazendo com que eles comprem mais e se tornem seguidores fiéis de


Agora que expliquei um pouco a respeito do que o designer faz, agora é a hora de explicar o que ele não faz:


  1. Designer não arruma computador, nem impressora.

  2. Designer não imprime, quem imprime é a gráfica (também possui o profissional da gráfica, que se chama... adivinha: gráfico)

  3. Designer não é ilustrador. Ilustração é uma profissão diferente do design, porém há designers que também são ilustradores.

  4. Designer não é marketeiro, apesar de ter uma boa base no assunto. Designers e marketeiros geralmente trabalham em conjunto nas agências.

  5. Designer não é copiador de arte, este projeta a arte com base no seu tipo de negócio ou empreendimento.

  6. Designer não é desenhista. Desenhista / cartunista está mais próximo de ilustração do que do design em si.

  7. Designer não é artista plástico, nem escultor, nem pintor. Designer é projetista.

  8. Designer não é arquiteto (momento brava: arquitetos, parem de se auto intitular como designers, porque diferente de nós vocês possuem um conselho regional de arquitetura e urbanismo "CAU" que asseguram e validam suas profissões, obrigada de nada #prontofalei)


Designer não faz fotossíntese, ele come e respira como você, portanto valorize o designer.


E quando ele te cobrar um valor x, lembre-se da importância que este profissional possui na sua vida... e pague-o. É isto. Acho que todo designer gostaria de falar isso pra você.


Espero que você tenha compreendido a função do designer na sociedade e o quão amplo é o seu campo de atuação.


Se você for designer, estiver lendo este texto e achou que está faltando alguma coisa, mande um comentário aqui embaixo para complementar.


Hoje o post foi mais um desabafo do que um informativo, ou talvez os dois! Hahahah! Não deixe de conferir nossas postagens sobre design e empreendedorismo.

É isso, por hoje é só

e até o próximo post!!

Se inscreva para

receber os nossos

posts novos :)

Não mandamos SPAM! Ao registrar-se, você concorda e aceita que A Casa de Lilith envie e-mails de novas postagens e armazene seu email em nosso banco de dados.

Nós

Somos um estúdio virtual localizado em Taboão da Serra -SP, focado em design gráfico e branding para empresas e profissionais autônomas. Acreditamos no potencial da imagem para alcançar o sucesso.

  • LinkedIn - Gabriela Costa
  • Facebook
  • Pinterest
  • Instagram

© COPYRIGHT 2020 - CNPJ: 31.252.859/0001-11 

A CASA DE LILITH DESIGN STUDIO || FEITO COM  DESDE 2018