Conselhos para quem está iniciando um negócio

Atualizado: Jun 10

Iniciar um negócio é o sonho (ou necessidade) de muita gente hoje, ainda mais neste período turbulento com relação ao mercado de trabalho que estamos vivenciando.


Independente se você quer abrir um negócio por amor ou necessidade, algumas dicas são fundamentais para que a sua empresa dê certo!



Obviamente, abrir um negócio é um tiro no escuro, afinal não sabemos se aquilo irá nos fazer lucrar de verdade, então antes de tudo tenha isso em mente.


Pode ser que não vai dê certo de primeira e está tudo bem!


Sim, sejamos sinceros (não pessimistas, jamais!), mas toda essa pressão que vemos atualmente em manter a produtividade a mil e ter que dar certo de primeira é furada, não caia nessa!


Ah e o mais importante: não deixe de seguir o seu sonho por causa disso. Portanto é com esta introdução que começo a primeira dica que é...



1. Paciência


Tenha paciência! Abrir um negócio não vai te dar lucro de cara.


Exige gastos, suor e... sofrimento (a não ser que seu pai seja rico e te dê 100 mil reais de capital inicial), portanto, esteja pronta para isso, caso contrário você vai colocar "a carroça frente aos burros" e vai dar tudo errado, portanto, faça tudo com calma e sem medo de errar, afinal empreender é arriscar sempre.


Vejo algumas clientes em estado literal de desespero, querendo fazer tudo de uma vez.


Meu conselho é: calma minha querida, você ainda está começando, realmente é muita coisa para fazer de uma vez, ainda mais se você tem empresa sozinha, portanto tenha calma (eu imploro)!



2. Encontre aquilo que você faz com maior naturalidade possível


Antes de escolher o modelo de negócio perfeito para você, pare e pense: eu me imagino fazendo isso todos os dias?


Sabe gente, eu às vezes vejo algumas situações que me deixam pensativa, como por exemplo a típica empreendedora mãe:


Ama ficar em casa com seus filhos e, ao escolher o tipo de negócio, escolhe algo que não tem absolutamente nada a ver com ela, como abrir um salão de beleza em um estabelecimento longe de sua casa.


Resumindo: passará o dia todo longe dos filhos, ficará praticamente 2/3 do dia no salão e no final do dia estará extremamente cansada.


Mal terá ânimo para cuidar de sua casa e de seus filhos!


Resultado? Ela ficará completamente frustrada, afinal trabalhará muito, em um tipo de negócio que não respeita seu estilo de vida (mais caseira e do lar).


A área de cabelos e beleza, pode ser que ela goste de fazer, mas ao mesmo tempo terá que abrir mão de tudo que ela gosta de fazer no dia-dia, o que é extremamente prejudicial para a sua saúde mental.


O certo seria escolher um trabalho que ela pudesse manter esta "zona de conforto", como um estabelecimento no térreo de sua casa, ou trabalhar a domicílio de forma que ela faça um job e volte para casa ao terminar.



3. Trabalhe em um lugar que você se sinta confortável


A internet é maravilhosa, não é mesmo?


Foi por causa dela que hoje pude realizar meu sonho de trabalhar em home office, porque me sinto mais confortável do que passar o dia inteiro convivendo com pessoas por obrigação (cof cof).


Além disso, tenho fibromialgia, o que me impede de ficar muito tempo de pé e me movimentando o tempo todo.


É unir o útil ao agradável ou como diz minha mãe: "unir a fome com a vontade de comer".


Sim, eu assumo que também faz parte da minha natureza social, pois sou introvertida, então para mim, trabalhar isolada do mundo é um prato cheio e estimula minha criatividade!


Ao contrário de locais com muitos estímulos, que me deixam muito perdida e desfocada.


Escolhi trabalhar em casa não porque é confortável, mas porque meu desempenho é MUITO maior trabalhando isolada.

Mas se você for aquele tipo de pessoa que não aguenta viver sozinha, que precisa de alguém para conversar o dia inteiro, minha amiga, recomendo um coworking ou que você tenha um trabalho em um estabelecimento, de forma que você passe o dia vendo pessoas, porque senão você ficará louca!


Trabalhar em casa, principalmente se você não tem filhos, pode ser bem solitário.


Às vezes até eu me sinto um pouco isolada, principalmente quando eu passo o dia inteiro sem sair do escritório porque tenho datas a cumprir.


Lembre-se: não é sinônimo de preguiça trabalhar em casa.

Hoje em dia, eu trabalho em casa e gente, tem noite que eu viro em claro... porque o meu local de descanso virou local de trabalho também.


Portanto, não tenha essa ideia na cabeça de que: "ah, vou trabalhar em casa porque é menos trabalho".


Na verdade, você precisará se policiar para que não trabalhe em excesso (ou no caso contrário, terá que estabelecer limites para a televisão e redes sociais também).



Muito cuidado com os investimentos iniciais


É importante ter cautela nos investimentos iniciais. Invista naquilo que primeiramente é ESSENCIAL e INDISPENSÁVEL.


Por exemplo, você vai abrir uma doceria?


Compre os equipamentos essenciais (batedeira, colheres, ingredientes, um fogão, etc) que irá utilizar a princípio e com o tempo vá investindo em outros.


Meu conselho é ainda mais "radical": não compre aquilo que já tiver.


Use do jeito que está e, com o tempo, conseguirá comprar um melhor se tiver lucro.


Não saia abrindo uma confeitaria de luxo e três filiais se você não tem dinheiro pra isso, ou pior: mal sabe se vai dar certo mesmo.


Parece uma dica boba, mas vejo muita empreendedora iniciante pedindo empréstimo no BNDES para abrir loja e pagar aluguel, e no primeiro momento, os gastos superam os lucros, causando uma verdadeira bola de neve.


O que tem de gente endividada por causa disso, minha gente...


Tenha paciência, vá comprando as coisinhas e aos poucos, quando você ver terá tudo pronto e completo para investir em "coisinhas extras" para agregar valor ao seu trabalho. Lembre-se da primeira dica: PACIÊNCIA MEU POVO!



Cuidado com as modinhas


Quem lembra da época da paleta mexicana, que surgiram (praticamente brotaram do chão) milhares de empresas focadas em paleta mexicana aproveitando o hype do momento?


Depois que a moda caiu, praticamente todas faliram, sobrando apenas aquelas mais conceituadas e antigas (que tinham surgido antes da moda) ou as que não tinham a paleta como o único produto a ser fornecido.


Atualmente a moda é ser coach de "complete com algo aqui", empreendedor ou influenciador digital, uber ou simplesmente abrir uma empresa de marketing digital aproveitando o boom do empreendedorismo.


Já percebeu que tem mais gente (que não é empresário) querendo ensinar você a ser empreendedor do que "empreendedores de verdade" de fato? Pois é, não é a toa.

Por isso, FUJA dos modismos!


Tenha em mente que uma empresa não deve ser feita para durar enquanto houver a modinha (a não ser que você seja muito rico e não tem nada a perder). Imagine se a sua empresa continuará fazendo sentido daqui a 10 anos.


Uma hora ou outra, a moda irá passar e o mercado ficará saturado, inclusive isso já está acontecendo com os influenciadores digitais.


A pessoas estão começando a notar que tá ficando repetitivo e saturado o negócio de digital influencer, porque todo mundo acha que é um método para ganhar dinheiro fácil.


Com isso, as empresas começaram a perceber não só o excesso de pessoas na profissão, como se aproveitaram da situação pagando menos aos profissionais devido a intensa oferta.


Exemplo: uma confeitaria digital é um negócio que conseguimos imaginar daqui a 10 anos.


E acho que por enquanto é isso, leve seus sonhos a sério, não tenha medo de ser feliz, mas ao mesmo tempo mantenha o equilíbrio, não ache que vai ficar rica da noite para o dia porque se você está esperando isso, irá se frustrar.


As palavras-chave sempre serão paciência e perseverança, acreditar no seu potencial e saber o que quer.


Por hoje é só, espero ter ajudado com minhas dicas, que inclusive sigo religiosamente e que tem me garantido o meu espaço sem fazer esforço.


É bom saber que funciona e poder compartilhar com vocês.


Caso você tenha alguma ideia de post, alguma dúvida ou queira conhecer melhor meu trabalho, não deixe de conferir o site completo e nos seguir nas redes sociais @acasadelilithstudio no instagram.


Beijos e até a próxima postagem.

Se inscreva para

receber os nossos

posts novos :)

Não mandamos SPAM! Ao registrar-se, você concorda e aceita que A Casa de Lilith envie e-mails de novas postagens e armazene seu email em nosso banco de dados.

Somos um estúdio virtual localizado em Taboão da Serra -SP, focado em design gráfico e branding para empresas e profissionais autônomas. Acreditamos no potencial da imagem para alcançar o sucesso.

  • LinkedIn - Gabriela Costa
  • Facebook
  • Pinterest
  • Instagram

© COPYRIGHT 2020 - CNPJ: 31.252.859/0001-11 A CASA DE LILITH DESIGN STUDIO || FEITO COM ♥ DESDE 2018