Dicas para contratar um bom designer!

Design é investimento. Acho que quem lê este blog está careca de saber disso, porque (literalmente) bato nesta tecla todos os posts e falo sobre a importância que o design e a identidade visual tem na vida de um negócio.


Foto por Ylanite Koppens

A identidade visual deve ser levada como um investimento importante e, por isso, o profissional a executar esse pedido deve ser escolhido a dedo para que você não passe por certos perrengues desnecessários.


Pior, pagando para isso, né? Como se não bastasse.


Então trouxe 5 dicas para você contratar um bom designer certo para criar o seu projeto de identidade visual! Vamos lá?



Observe a conduta do profissional


Esse negócio de que o pessoal do setor criativo é sempre bagunçado e perdido não existe não, viu?


Existem profissionais e "profissionais".


Lógico, há alguns que possuem um processo criativo um pouco caótico. Não há mal algum, desde que isso não te atrapalhe como cliente.


E claro, que ele te entregue no prazo.


Mas perceba se a pessoa costuma cumprir prazos, se ele leva a profissão de designer como uma profissão integral e principal ou como um "quebra galho".


Fique longe de profissionais que afirmam dizer que são designers só nos finais de semana ou como segunda profissão.

Há altíssimas chances dessa pessoa não ter conhecimento técnico algum para criar identidades visuais. E sim, você será cobaia desta pessoa.


Esse é o grande divisor de águas entre os profissionais sérios e os sobrinhos que fazem uns desenhos no Illustrator.


Perceba se a pessoa leva a sério o trabalho dela:


  • Ela tem cursos e aprimoramentos na área do design?

  • Tem um site institucional, tem um portfolio? Se não tem, investe nisso, pelo menos?

  • Tem perfis profissionais no linkedin, instagram ou outras redes? Observe bem, estou falando de perfis profissionais.

  • Tem conhecimento técnico aprofundado no assunto?


E quando eu digo conhecimento técnico, não é de software que estou me referindo. Software você mesmo pode aprender aí na sua casa.


Programas são apenas ferramentas.


Conhecimento técnico é o que a gente aprende na faculdade ou no curso técnico em design, como psicologia do design, cores, hierarquia, proporção, desenho, semiótica, marketing, enfim.



Resenhas


Dê uma olhada em suas redes sociais e procure por resenhas. Um bom designer sempre possui resenhas positivas ao seu favor no seu instagram ou site.


Sabe aquela frase: "A voz do povo é a voz de Deus"? Pois é.


Eu, por exemplo, deixo as resenhas dos clientes em prints, porque assim passa uma realidade e sinceridade maior na resenha para os clientes.


Gosto de deixar as resenhas lá no instagram, porque é de lá que a maioria dos meus clientes saem!



Analise o portfolio


Nunca, jamais, em hipótese alguma contrate um profissional sem antes olhar como é feito o seu trabalho.


Olhar o portfolio vai te dar uma boa noção de como é o acabamento do trabalho dele.


Isso é crucial para que você possa contratar um profissional sério, de confiança. E não apenas isso: olhar o portfolio dá para entender qual é o estilo do designer.


Há designers que não trabalham com logotipos mais rebuscados.


Há outros que trabalham somente com lettering, enfim, observe quais são os estilos e veja se eles se encaixam na sua proposta e o que você deseja.



Casa de ferreiro, espeto de pau


Já ouviu esse ditado? Alguns designers simplesmente ignoram a aparência de seus portfólios (não me pergunte o porquê, não sei o motivo hahah).


Observe como ele lida com o próprio material também. Isso é um bom indício de seu comportamento. Pergunte sobre prazos de entrega, olhe como ele lida com o material impresso e de divulgação dele.


Aliás é estranho uma pessoa trabalhar com design gráfico e não ter nada gráfico para te mostrar, concorda?


O cara não tem 1 cartão de visita? Não tem 1 site, nada?


Como é que ele te passará segurança sendo que nem a identidade visual própria ele possui?




Observe os elementos da arte do profissional


Sabe quando você olha para uma arte e sente que já viu ela em algum lugar?


Nem sempre você está delirando, provavelmente você já viu a arte no google e o "designer" simplesmente fez um Ctrl + C / Ctrl + V e te entregou o "projeto".


Portanto, cuidado com essas artes!


Sempre bato muito na tecla das artes cheias de flores, aquarelas e um monte de informações.


Na maioria das vezes, essas imagens são captadas de bancos de imagens. Pior ainda, nem sempre essas imagens são permitidas para uso comercial.


O que pode acontecer é você usar essas artes não permitidas e no final ser processado por uso de imagem indevido e de quebra ter que criar uma nova identidade visual, do zero!


O barato sai muito, mas muito caro, portanto pesquise bastante antes de enfiar o pé na jaca.



E dica extra


Desconfie de profissionais que entregam artes em até 2 dias ou até mesmo na hora. É um sinal vermelho. Provavelmente a sua arte será um copia e cola.


Agora, vem conhecer nosso portfolio! Será um prazer lhe atender.


É isso, essas são as dicas principais. Se você caiu aqui de paraquedas, seja muito bem-vinda(o) ao blog da Casa de Lilith Design Studio!


Aqui a gente trabalha com identidade visual e web design. Se você quiser conhecer melhor nosso trabalho, clica aqui e vem ver sobre!


Para orçamentos, clique aqui.


Obrigada por ter lido e até o próximo post!

Se inscreva para

receber os nossos

posts novos :)

Não mandamos SPAM! Ao registrar-se, você concorda e aceita que A Casa de Lilith envie e-mails de novas postagens e armazene seu email em nosso banco de dados.

Somos um estúdio virtual localizado em Taboão da Serra -SP, focado em design gráfico e branding para empresas e profissionais autônomas. Acreditamos no potencial da imagem para alcançar o sucesso.

  • LinkedIn - Gabriela Costa
  • Facebook
  • Pinterest
  • Instagram

© COPYRIGHT 2021 - CNPJ: 31.252.859/0001-11 A CASA DE LILITH DESIGN STUDIO || FEITO COM ♥ DESDE 2018