Como aumentar o valor agregado da sua empresa ou negócio?

Atualizado: 8 de jul. de 2020

Já aviso que este post será longo, porque vamos discutir um conceito um pouco complexo: o valor. Valor é algo bem intangível, né? Você consegue definir a palavra "valor"?


Como aumentar o valor de uma empresa?
Não poderia deixar de falar sobre a famosíssima e polêmica Daslu

Provavelmente você irá pensar em dinheiro, mas valor não é bem o dinheiro em si. Na verdade damos valor ao dinheiro, mas se formos analisar bem, ele é apenas um papel retangular com um número.


Na verdade, valor é algo não palpável, eu descrevo que é uma sensação ou benefício que algum objeto, lugar ou pessoa passa para você.


Me diz aí, porque as pessoas valorizam tanto a Apple?


O que ela te entrega de valor? Status? Superioridade e sofisticação? Moda? Tecnologia?


Afinal o que você sente quando vê um aparelho de celular desta empresa?


Por que um Iphone é tão disputado, mesmo valendo até 10 mil reais e todos sabendo que ele faz absolutamente as mesmas coisas que qualquer outro celular?


Já parou para pensar o quanto isso é louco? Você compra o valor da marca, não é bem o preço do celular.


Talvez um Iphone custe uns 300 a 600 reais para ser feito (é um chute, mas acredito que seja bem menos).


Se a Apple vendesse este celular pelo preço de custo, obviamente eles não iriam lucrar, mas supondo que eles vendessem com uma margem de aproximadamente 100% de lucro. Uns 1000 a 1500 reais.


Onde eu quero chegar com isso: podemos concluir que o preço restante que você paga pelo celular é, na verdade pela marca, e não pelo aparelho.

Isso funcionou também para a Daslu.


Quem não sabe a história da "grife" Daslu, as donas começaram a vender como sacoleiras, as vendedoras de roupas que vão de porta em porta e vendem a domicílio.


Acontece que elas foram crescendo, investindo e se tornaram a grandiosa Daslu, uma marca de luxo e sinônimo de sofisticação devido ao modo como a Daslu tratava seus clientes de uma forma íntima e inteligente, o investimento pesado em uma experiência luxuosa, tudo para garantir o valor da marca.


Porém a marca caiu por terra em meados dos anos 2000, quando descobriram que de valor ela não tinha era nada.


Além de sonegar impostos, a Daslu tinha seus produtos frutos de trabalho escravo, muitas roupas de sua marcas eram ainda oriundas do Brás. Vários podres foram expostos.


Quem é de São Paulo, sabe que o Brás é um centro comercial popular importantíssimo, porque lá estão instaladas diversas fábricas de confecções e vendem roupas a preço de custo baixíssimo (saias à 10 reais, por exemplo).


Isso significa que elas vendiam as roupas compradas no Brás (ainda realizando trabalho escravo) e colocavam uma etiqueta da Daslu na roupa e, a roupa de 10 reais, ia para 1000 reais por exemplo.


Isso significaria um lucro de praticamente 990 reais em cima de uma roupa do Brás.


Um salário mínimo em 1 roupa que, se estivesse em uma loja qualquer de esquina, não passaria dos 20 reais.


E toda essa "inflação" em cima do valor final não era nada menos que o suposto "valor" da marca.


Entende onde eu quero chegar?


Jamais defendendo a Daslu, gente, pelo amor ne? Estou usando como exemplo, pois acho que assim fica bem claro para vocês o que significa o valor de uma marca.


Valor é algo intangível, e não é tão simples assim de se conquistar. O valor é algo demorado de se obter, porque o valor vem com o tempo e com a dedicação constante.


Tem relação com a proximidade que o cliente tem com a marca, o tanto que ele se identifica com ela. Tem relação com os diferenciais propostos, pela sensação de status que ela traz.

O valor também pode ser dito como o nível de confiança e reputação que a empresa passa para o cliente.


Isso também só pode ser conquistado com muito trabalho duro e constante para manter a pose.


Como agregar valor?