5 'Mitos' que te contam sobre vender pelo Instagram

Atualizado: 12 de jun. de 2020

Vender pelo instagram parece ser um bicho de 7 cabeças pelo tanto de informações que você vê por aí, mas te garanto que não é tudo isso, porque eu recebo directs quase todos os dias e vendo toda semana por lá, mesmo com uma média de 500 seguidores.




É isso que vim te contar hoje. Por que? Porque eu quero que você pare de uma vez de ficar gastando dinheiro em coisas supérfluas e invista na coisa certa. E pelo começo deste post, você provavelmente já adivinhou qual seria o primeiro mito...


Vender no instagram não é uma receitinha pronta que você segue os passos. Requer um pouco de tentativa e erro, e o mais importante: ter estratégia.


A estratégia abordada vai depender do nicho do seu negócio. Algumas estratégias que estão listadas abaixo não são verdades absolutas, mas são vendidas como tal. E é isso que vim mostrar hoje.


Nota importante: não estou afirmando que são mentiras completas. Apenas estou afirmando que não são 100% verdadeiras e que não necessariamente funcionam para todas as empresas.



1. Seguidores = Vendas


Ter 100 mil seguidores no instagram não é a mesma coisa que ter 100 mil clientes. Isso é, de longe, o maior mito que você pode acreditar.


Sabe por quê? Porque não necessariamente aqueles 100 mil estão interessados em comprar de você.


Muitos te seguem porque são profissionais da mesma área que você ou porque acham suas fotos agradáveis ou desejam apenas os conteúdos gratuitos que você posta.


Por isso, não caia nesta de que é tendo seguidores que você vende. Na verdade, é o contrário!


Quanto mais você vende, mais seguidores fiéis você tem, então foque em VENDER e não em ganhar seguidores.

Vejo muita gente postando memes e coisinhas "curtíveis" apenas para ganhar curtidas e comentários, mas posso te garantir que isso não funciona.


As pessoas que irão clicar nos seus memes não estão interessadas em comprar, elas estão interessadas nos memes, gente...



Então como vender?


Eis a pergunta de 1 milhão de dólares. Como vender vai depender do seu nicho. Pelo fato de ter uma longa resposta, fiz outro post só falando sobre isso e você pode conferir clicando aqui.



2. Postar todos os dias


Agora imagina se você é MEI ou autônomo passar o dia inteiro postando conteúdo no instagram todos os dias para atrair mais clientes. Simplesmente você não irá trabalhar.


É humanamente impossível você ter que se desdobrar em mil para atender clientes, ir nos correios, entregar pedidos, enviar os links de pagamento, imprimir as notas, ufa!


Por isso que este negócio de ter que postar todos os dias é furada.


Isso vai atrapalhar seu desempenho no atendimento e no seu serviço (principalmente se você trabalhar com consultoria e atendimento direto), fora que haja criatividade para poder fazer todos os dias um conteúdo legal e interessante.


Mas calma lá, não estou dizendo que você não deva postar nada ou postar 1 vez ao mês. É necessário ter uma constância, afinal quem não é visto não é lembrado.

Você pode sim postar alguns stories engraçados, falar com seus clientes, postar o seu cotidiano no trabalho, mostrar os reviews dos clientes, mas não é necessário que isso seja feito todos os dias, sem exceção.


Os únicos profissionais que realmente precisam desta constância de postagem são os de marketing digital e social media.



3. Você precisa mostrar o rosto para vender


Não necessariamente. Mostrar o rosto para vender é mais adequado quando você é a própria marca, isto é, o branding da marca é pessoal, e não destinado a um público-alvo. Este é o caso de dentistas, médicos, esteticistas, blogueiros, escritores, coaches, etc.


Mas se por exemplo você é um empreendedor homem e tem uma empresa de produtos femininos como maquiagem, sutiãs, calcinhas, etc... talvez não seja tão necessário ou até não seja recomendado associar a sua imagem aos produtos.